Como curar definitivamente os pelos encravados!

Pelos encravados são um problema muito comum em uma grande parcela da população, mas eles não são incuráveis.

A Pseudofoliculite, como são chamados cientificamente os pelos encravados, é uma doença que acontece quando um pelo cresce sob a pele sem conseguir rompê-la e sair. Isso acaba formando pápulas avermelhadas (bolinhas vermelhas). Isso acaba servindo como porta de entrada para bactérias e outros micro-organismos nocivos à saúde.

São comuns, principalmente, em pessoas com cabelos de tipo mais crespo já que eles são mais enrolados e grossos e tendem mais a se encaracolar na parte debaixo da pele o que dificulta mais sua saída. Apesar dessa maior tendência em pessoas com cabelos crespos, todos estão sujeitos a eles.

Vários fatores podem causar os pelos encravados. Um deles é o método de depilação que utiliza cera. Esse método arranca os pelos e enfraquece a raiz, assim, os pelos que nascem em seguida são mais fracos e podem não ter força para romper a pele e chegar à superfície.

Outra possibilidade é apenas um dos fios do folículo (estrutura que produz o pelo) sair e os outros não conseguirem, se enrolando na parte interna da pele. Isso é muito comum quando a depilação que usa lâmina não corta o pelo de forma devida.

A energia do laser do tratamento de depilação elimina a raiz do pelo, então os que são eliminados normalmente não voltam a crescer (com exceção do uso de tratamentos que tenham por finalidade fazer pelos crescerem). A solução dos pelos encravados tem o término da necessidade das lâminas como um benefício associado.

Com a quantidade muito reduzida de pelos e com a ausência de pelos encravados, as manchas e irritações diminuem e sua pele vai ficar macia como seda.